29 de maio de 2019

Corrida aumenta sintomas ou alterações estruturais em pessoas com osteoartrite de joelho?

A corrida com boa orientação profissional deve ser encorajada em pessoas com osteoartrite de joelho.
Atividade física aeróbica, particularmente moderada a intensa, como a corrida, tem sido recomendada pela Organização Mundial de Saúde porque há evidências científicas de que sua prática melhora as condições cardiovasculares e diminui a mortalidade da população.

No entanto, o efeito da corrida, naqueles com osteoartrite de joelho, uma condição comum que ocorre com o envelhecimento, não era clara.

Um estudo publicado na revista Clinical Rheumatology, em Abril de 2018, com 1203 pacientes entre 50 anos ou mais, avaliou a associação da corrida orientada com sintomas de dor e alterações estruturais em pessoas com osteoartrite de joelho.

Para avaliar o resultado da corrida, foi utilizado a graduação radiográfica Kellgren-Lawrence, o score de estreitamento do espaço articular medial do joelho associados a idade, sexo e índice de massa corpórea durante 48 meses.

Os resultados desse estudo concluíram que a maioria dos pacientes com osteoartrite de joelho, submetidos à corrida orientada, obtiveram melhora na dor e ausência de progressão estrutural definida radiograficamente. Portanto, a corrida com boa orientação profissional deve ser encorajada em pessoas com osteoartrite de joelho.

Texto: Frederico Quinteiro, Fisioterapeuta (Crefito15 114375)

Link do estudo: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/29728929