18 de setembro de 2019

A recorrência de dor lombar em um ano é comum?

69% das pessoas com dor lombar podem ter novos episódios em um ano, mas com poucas limitações
Estudos anteriores demonstram que a maioria dos indivíduos com dor lombar aguda se recupera dentro de seis a 12 semanas. Entretanto, algumas pessoas podem sofrer novos episódios de dor lombar tornando a recorrência uma situação comum. Em um estudo recém publicado, nosso grupo de pesquisa realizou uma revisão sistemática que investigou o risco de recorrência de dor lombar em pacientes que se recuperaram de um episódio anterior no período de um ano. Os dados da revisão demonstraram que ainda não existiam estimativas confiáveis do risco de recorrência de dor lombar, devido à heterogeneidade e baixa qualidade metodológica dos estudos incluídos. A revisão também encontrou pouca evidência sobre fatores prognósticos para recorrência de dor lombar.
A maioria dos estudos anteriores investigando recorrências de dor lombar incluiu pessoas que se recuperaram de um episódio de dor lombar em diferentes momentos do passado, e podem ter se recuperado por longos e variados períodos. Isso pode influenciar nas estimativas de recorrência, já que o curso clínico de pessoas que tiveram uma condição por um longo período de tempo provavelmente é diferente daqueles que desenvolveram a condição recentemente. Os estudos anteriores também utilizaram diferentes definições de recorrência ou não apresentaram uma definição clara e isso pode produzir diferentes estimativas. Além disso, a maioria dos estudos anteriores não descreveram claramente a definição de um episódio anterior o que gera dúvida se os participantes tinham realmente se recuperado, e estavam verdadeiramente em risco de ter uma recorrência.
Nós decidimos realizar um estudo para fornecer estimativas mais confiáveis sobre o risco de recorrência de dor lombar no período de um ano após a recuperação de um episódio de dor lombar prévio; e identificar os fatores prognósticos para uma recorrência de dor lombar. Trata-se de um estudo coorte prospectivo, com um total de 250 pacientes que se recuperaram de um episódio de dor lombar no último mês. O desfecho primário foi dias para a recorrência de um episódio de dor lombar. Os desfechos secundários foram dias para a recorrência de dor lombar com limitação das atividades diárias, e dias para a recorrência de dor lombar com busca por cuidados em saúde.
A estimativa do risco de recorrência de dor lombar encontrada em nosso estudo foi muito maior do que as estimativas relatadas anteriormente. Em um ano, 69% dos participantes tiveram recorrência de um episódio de dor lombar, 40% tiveram recorrência de dor lombar com limitação das atividades diárias e 41% tiveram recorrência de dor lombar com busca por cuidados em saúde. Também encontramos que a exposição frequente a posturas inadequadas, maior tempo sentado (cinco horas por dia) e mais de dois episódios anteriores foram fatores preditivos de recorrência de um episódio de dor lombar em um ano.
Os resultados desse estudo indicam que após a recuperação de um episódio de dor lombar, cerca de 70% das pessoas sofrerá outro episódio de dor lombar em um ano. Contudo, muitos desses episódios parecem ser relativamente menores já que apenas cerca de 40% dos participantes relataram limitação das atividades diárias ou busca por cuidados em saúde.
Estes resultados são importantes para os clínicos ao fornecer informações aos pacientes sobre o provável risco das recorrências de dor lombar. Os resultados também demonstram a necessidade de estratégias eficazes para prevenir recorrências de dor lombar. Os fatores prognósticos que identificamos de exposição frequente a posturas inadequadas e longos períodos sentado podem ser considerados potenciais alvos para o desenvolvimento de estratégias de prevenção mais eficazes.

Fonte: Blog pesquisa em dor, texto escrito pela pesquisadora Tati da Silva. Recurrence of low back pain is common: a prospective inception cohort study. da Silva T, Mills K, Brown BT, Pocovi N, de Campos T, Maher C, Hancock MJ. J Physiother. 2019 Jun 14. pii: S1836-9553(19)30059-1. doi: 10.1016/j.jphys.2019.04.010.